Palestra sobre Desenvolvimento de Aplicativos para Android no IFMS

foto_and

Introdução

Android é um sistema operacional Open Source baseado no núcleo Linux muito popular. A sua facilidade de uso e os seus excelentes recursos tem conquistado a cada dia mais e mais usuários em todo o mundo. Segundo uma pesquisa do Olhar Digital em 2015, o “Robozinho Verde” se encontra em mais 80% dos dispositivos móveis em todo o mundo, com mais de 1.4 bilhões de dispositivos rodando o Android em 2015. A atualmente o sistema se encontra sendo mantido pela empresa de tecnologia Google e recebe atualizações anuais. Atualmente na versão 7.0 Nougat, as estatísticas mudaram, segundo a Google, cerda de 2 bilhões de dispositivos estavam rodando o Android em 2016. 

android7

https://developer.android.com/index.html

O domínio das novas tecnologias é uma alternativa muito importante para se manter no atual mercado de trabalho. Novos recursos, novas ferramentas estão surgindo a cada dia.

Com base nesse cenário, o PET/Fronteira, sendo tutorado atualmente pelo professor Dr. Amaury de Castro, conta com estudantes que atuam na área de pesquisa sobre o Android, como o estudante do curso de Ciência da Computação Willians Magalhães Primo (8º Semestre), que já ministrou alguns mini-cursos e palestras sobre Android.

No dia  21 de Fevereiro de 2017, o petiano Mário de Araújo Carvalho (2º Semestre), ministrou uma palestra com o tema: “Desenvolvimento Android, como e por onde começar?”, no IFMS Campus de Ponta Porã, a pedido do coordenador do curso de informática da instituição, o professor Celso Costa. A palestra contou com a presença de várias turmas do curso de informática do IFMS, além de alguns professores da instituição. Alguns alunos da UFMS Campus de Ponta Porã também compareceram, juntamente com o professor de Matemática Lauro Maycon e integrantes do grupo NERDS da Fronteira.

palestra

Mário de Araújo Carvalho, Android Developer.

“Os novos recursos Android…”

Uma parte da palestra foi dedicada a apresentação dos novos recursos e ferramentas do Android, como os componentes do Material Design, Gradle, IDE Android Studio e Ferramentas para  emulação como Genymotion. A palestra deu bastante foco ao Material Design, que são um conjunto de padrões, ferramentas e novas bibliotecas para construção de aplicativos mais bonitos e padronizados.  A ideia inicial da palestra era estimular os ouvintes a migrar para essas ferramentas, pois ainda existe muitos que utilizam as tecnologias antigas, como Eclipse IDE, Plugin ADT e Marven, que estão boa parte já depreciadas, fora de utilização e sem suporte, como o Eclipse IDE com Plugin ADT.

“O mercado de trabalho…”

Um desenvolvedor Android se tornou uma das profissões mais promissoras do mercado. As oportunidades de crescimento são imensas. O universo mobile cresce como nunca, e o desenvolvedor virou peça-chave da engrenagem. Para ter uma ideia, são movimentados cerca de US$ 25 bilhões anualmente. Porém isso pode se tornar ainda melhor. Há uma estimativa de que esse valor alcance a casa dos US$ 70 bilhões, no ano de 2017…” – Learncafe, 2016. Esse é um fator bastante animador para aqueles que tem dúvidas sobre o Mercado de Trabalho Mobile. Hoje a média de um programador Android varia entre 4.000,00 R$ a 9.000,00 R$, dependendo da experiência. Há também um grande número de empreendedores que começam com Startups e trabalham Home Office, como por exemplo o empreendedor Rudson Lima, CEO da Liveo-O em fortaleza.

“Androidzando a UFMS/IFMS”

A palestra foi iterativa e muito produtiva. Foram necessário duas palestras para poder receber todos os ouvintes. Após a então apresentação do “Robozinho Verde”, o PET/Fronteira pretende está trabalhando com alguns mini-cursos e treinamentos sobre Android tanto no IFMS como na UFMS. O professor Celso ressaltou a ideia de futuramente os professores do IFMS receberem treinamento do PET/Fronteira sobre o tema, para que possam juntos assim, IFMS e UFMS está se unindo afim de exploram as novas fronteiras do Android.

“Conclusão” 

Portando, fica claro, que é muito importante o câmbio entre IFMS e UFMS, pois assim, é possível está explorando ao máximo o que cada um pode contribuir para com o outro. Seja com treinamentos, mini-cursos ou palestras, é muito importante que os alunos estejam em constante conexão, desde os níveis mais primários até o universitário, essa conexão é o diferencial do PET/Fronteira, que atual desde a robótica educacional até níveis de realidade virtual no Campus. A extensão tem sido um ponto bastante explorado pelo grupo, tanto em Ponta Porã, como no Estado de Mato Grosso do Sul. O grupo tem crescido e novas ideias estão surgindo, e é um dos trabalhos do PET/Fronteira ajudar a florescer essas ideias, seja com Android ou com a robótica, o grupo tem se destacada a cada dia.

tenha_isso em seu coração

“O mundo não é um grande arco-íris, é um layout, com todos os tamanhos de telas da Samsung.” – Rudson Lima, Liveo-O

“Extras – Links e Materiais da Palestra”

Ao final da palestra vários alunos pediram que fosse disponibilizado os slides da apresentação, pois nele foi apresentado vários links para downloads das ferramentas de desenvolvimento Android, Tutorias Gratuitos, Livros entre outros. A apresentação pode ser baixada no link abaixo para os interessados. 

LINK PARA DOWNLOAD DA APRESENTAÇÃO